Em Nome de Deus, o Misericordioso, o Misericordiador

Em Nome de Deus, o Misericordioso, o Misericordiador

quarta-feira, 7 de maio de 2008

Evangelhos: Quem escreveu, e inspirado em que?

Mateus narrava enquanto observava a si mesmo?

"Saindo daí, Jesus viu um homem chamado Mateus, sentado na coletoria de impostos, e lhe disse:''siga-me! Ele se levantou, e seguiu a Jesus." Mateus. 9:9

Caso o Mateus que estava sentado na coletoria de impostos seja um dos discípulos de Jesus, então os pronomes lhe e ele, no versículo acima, não podem se referir a este Mateus, o autor deste evangelho, e sim a um outro qualquer. Logo, chegamos à conclusão de que uma outra pessoa escreveu sobre Jesus e Mateus. Quem escreveu o evangelho de Mateus então?
Os poucos cristãos que se propõem a responder essa questão dizem que Matheus poderia está usando um estilo narrativo em que atua como narrador observador e isso explicaria as menções a si em 3ª pessoa. Porém isso só prova que qualquer pessoa que conhecesse o idioma grego e que tivesse vivido entre a Palestina e a Grécia durante o 1º século poderia ter escrito esses relatos onde Matheus é descrito em 3ª pessoa.


João escreveu ou ditou? Ditou para quem?

"Este é o discípulo (João) que deu testemunho dessas coisas e que as escreveu. E nós sabemos que o seu testemunho é verdadeiro." João. 21:24


Alguém aí fala que João escreveu, mas João não poderia ter escrito, consta que era analfabeto.
"E aquele (João) que viu, dá testemunho, e o seu testemunho é verdadeiro. E ele sabe que diz a verdade, para que também vocês acreditem." João. 19:35
João viu, narrou e outro escreveu? Há bom, faz mais sentido. Será que esse outro anônimo também estava inspirado por Deus(swt)?

Lucas escreveu o evangelho baseado no que viu ou no que disseram a ele?

Lucas. 1:1-4:"Muitas pessoas já tentaram a escrever a história dos acontecimentos que se passaram entre nós. Elas começaram do que nos foi transmitido por aqueles que desde o princípio, foram testemunhas oculares e ministros da palavra. Assim sendo , após fazer um estudo cuidadoso de tudo que aconteceu desde o princípio, também eu decidi escrever para você uma narração bem ordenada excelentíssimo Teófilo."

“Lucas” escreve baseado em escritos de pessoas que escreveram baseados no que lhes disse pessoas que viram. O evangelho de Lucas é uma historia em 3ª mão, disse – que disse - que disseram. Logo, também podemos observar pelos versículos acima que o que ele escreveu não foi inspiração Divina e sim um apanhado de relatos de outras pessoas, um estudo cuidadoso ele diz. Porque se foi revelação divina que inspirou os evangelhos não deveriam haver discrepâncias.

Alguns exemplos:
“Vendo o centurião o que tinha acontecido, deu glória a Deus, dizendo: verdadeiramente, este homem era justo.” Lucas 23:47

“O centurião que estava em frente dele, vendo que assim expirara, disse: verdadeiramente, este homem era o Filho de Deus.” Marcos 15:39

o centurião disse alguma coisa não disse? o que?


"Quando estavam saindo de Jericó, uma grande multidão seguiu Jesus. Dois cegos estavam sentados a beira do caminho. Ouvindo dizer que Jesus estava passando, começaram a gritar: Senhor, filho de Davi, tem piedade de nós!" Mateus. 20:29-30

"Chegaram a Jericó, Jesus saiu de Jericó, junto com seus discípulos e uma grande multidão. Na beira do caminho havia um cego que se chamava Bartimeu, o filho de Timeu: estava sentado, pedindo esmolas. Quando ouviu dizer que era Jesus Nazareno que estava passando, o cego começou a gritar: Jesus, filho de Davi, tem piedade de mim!" Marcos. 10:46-47

Se há essas problemas e podemos descobri-los comparando um texto com outro, quais outros erros podem haver em textos que não se pode comparar, por exemplo, aqueles episódios que se encontram em apenas um dos 4 evangelhos.

"Dizendo: Vão até o povoado que está na frente de vocês, e logo que vocês entrarem aí, vão encontrar amarrado um jumentinho que nunca foi montado; desamarrem o animal e tragam aqui." Marcos 11:2

"Jesus, encontrando um jumentinho, montou nele, como está escrito na Escritura." João. 12:14:

"Dizendo: Vão até o povoado, que está na frente de vocês. E logo vão encontrar uma jumenta amarrada, e um jumentinho com ela. Desamarrem e tragam os dois para mim. ....." Mateus. 21:2 à 7

E aí? Mandou buscar um jumento, mandou buscar dois jumentos ou encontrou ele mesmo um jumento no caminho? Típicas discrepâncias de historias que são passadas de boca em boca.
E houve muito tempo pra isso, os evangelhos que temos hoje datam de 70 a 100 anos depois da partida de Jesus(a.s) e apenas foram aceitos como únicos registros confiáveis mais de 300 anos depois de Jesus(a.s). Houve tempo até para inserção de doutrinas que hoje são ditas fundamentais.
Essas modificações maliciosas que veremos a seguir não podem ser negadas como sendo falsificações pelo simples fato de existirem manuscritos, ditos originais, de um mesmo texto onde encontramos discrepâncias.



Falsificação nº 1

Ninguém jamais viu a Deus; o Deus unigênito que está no seio do Pai, é quem o revelou.” João 1:18
Porque é falsificado? Maioria esmagadora dos manuscritos gregos dizem “filho unigênito”, e alguns suspeitíssimos (um deles chamado de Vaticanus) dizem que “Deus unigênito”. Se já não fosse indicio o suficiente de falsificação ainda temos o fato de a expressão “Deus unigênito” ser completamente absurda e contraria ao Monoteísmo Abraamico que ensina que Deus não tem começo nem fim.
Porque falsificaram? Para inserir a farsa da divindade de Jesus no evangelho. Afinal se Jesus tivesse ensinado isso não haveria razão para forjar provas.


Falsificação nº 2

“Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;” Mateus 28:19
Porque é falsificado? Nos manuscritos gregos mais antigos esse versículo não é encontrado e nos outros evangelhos nas ultimas palavras de Jesus também não é citada a trindade. As evidencias de inserção posterior são tão grandes que a bíblia de Jerusalém foi obrigada a inserir uma nota de roda-pé para esse versículo.

Porque falsificaram? Para embasar a falsa doutrina da trindade. Afinal se algum profeta tivesse ensinado isso, ou os primeiros cristãos tivessem praticado isso, não haveria razão para forjar provas.


Falsificação nº 3


Pois há três que dão testemunho [no céu: o Pai, a Palavra e o Espírito Santo; e estes três são um.” I João 5:7
Porque é falsificado? Outra falsificação desmascaradas por novas descobertas de antigos manuscritos. Esse versículo começa a desaparecer das bíblias mais recentes e quando usadas sai entre colchetes e uma nota de roda-pé explicando que esse versículo começou a ser usado de 200 a 300 anos depois de Jesus e que os manuscritos anteriores a esse tempo não conhecem a parte inserida.
Porque falsificaram? Para, mais uma vez, tentar embasar em fraudes a falsa doutrina da trindade. Doutrina falsa = provas falsas.






Conclusão: Os evangelhos são relatos escritos por pessoas desconhecidas quase cem anos depois da partida de Jesus(a.s) e que foram escritos baseados em historias transmitidas de forma oral com forte risco de ter sido contaminada pela mitologia popular greco-romana. Além disso, depois de escritos passaram 3 séculos de alterações até serem escolhidos e impostos como únicos evangelhos confiáveis.













Que a paz, as bênçãos e a condução divina estejam com todos nós.


Deus(swt) sabe mais.








16 comentários:

KB disse...

Não faz sentido nenhum. Se eles queriam falsificar por causa de Trindade, porque não colocaram o termo Trindade? Afinal, isso causou e ainda causa muita discussão, o fato desta palavra não constar na Bíblia. Você é mestre em distorcer o que está escrito, e só considerar o que você quer. Assim é muito fácil. Eu confio no amor que vem de Cristo, e posso senti-lo. E sua religião, que matou e mata milhões? Algo tão divinamente inspirado ia causar isso? Pois eu discordo com tudo o que você diz. E mais; duvido que algum dia tenha sido cristão de verdade.

Antonio Andrade Junior disse...

A verdade é que o islam impediu o extermínio de judeus durante a inquisição católica e protestante dando-lhes abrigo, salvou cristãos e judeus da era das trevas através do conhecimento de filosofia e ciências durante a ocupação moura na península ibérica, o islam representou paz em todos os períodos da história, mas para justificar as cruzadas disseram “são bárbaros os muçulmanos” e hoje em dia é a mesma coisa (as modernas cruzadas) dizem “são bárbaros os muçulmanos” enquanto nos atacam incessantemente através das eras.

E eu digo mais. Vencemos as cruzadas antigas e venceremos essa também para a glória de Deus.

Salaam

Antonio Andrade Junior disse...

E outra coisa. Você não discorda de mim. Você apenas nega. É diferente. Discordar exige raciocínio e argumentos.

Salaam!

antonio disse...

o fato de mateus narrar em terceira pessoa nao significa que nao foi ele quem escreveu! isso eh questao de bom senso! o mesmo acontece com joao ! qual é a relaçao em inspirado por Deus e outra pessoa escrever ! Joao estava inspirado a ditar, porque nao?
Lucas . "após fazer um estudo cuidadoso de tudo que aconteceu desde o princípio..." isso prova que ele estudou, e sua inspiraçao pode ter sido isso, e nao uma VISAO como vc pensa ! e como vc estudou para falar isso ele tembem estudou para falar o que esta no livro dele ! agora porque ele esta errado?

Antonio Andrade Junior disse...

antonio

você não tem mais de 14 anos tem?

Ana Santana disse...

Salam Aleikom

Gostei imenso do seu artigo.
Desde sempre fui cristã inicialmente católica e há 5 anos evangélica. No entanto, comecei a estudar o Islam mais aprofundadamente este ano na faculdade, e cada dia me impressiono mais.

No Islam tudo faz sentido não é um puzzle com falta de peças para encaixar, e principalmente no Islam encontrei consistência, algo que não conseguia encontrar no meio evangélico, uma vez que cada ramo cristão tem as suas próprias doutrinas isoladas. Por outro lado, observo que o Cristianismo vai se moldando à cultura assim como as leis... no caso do Islam as leis permanecem iguais assim como a doutrina =D

Ainda necessito entender alguns pontos, e quero me sentir mais segura para abraçar totalmente a mensagem do Islam.

Gostaria de saber o que é tido como informação verdadeira ou não verdadeira na Bíblia, pois sei que a Bíblia deve ser respeitada, uma vez que contém algumas revelações de Deus.

Também gostaria de saber se tem algum artigo sobre a sua trajétoria do Cristianismo para o Islam.

Agradeço desde já... eu tinha enviado inclusive um recado no seu orkut a fazer esta pergunta mas não me respondeu. Sem problemas, posso também esclarecer aqui as minhas dúvidas se não se importar.

Salam.

Antonio Andrade Junior disse...

Sim. A bíblia (Pentateuco, salmos e evangelho) contêm e é originalmente revelação direta de Deus. Porém muito foi obscurecido por vários fatores entre eles, o que considero mais danoso a mensagem, foi o sincretismo pagão que houve nos primeiros 500 anos do cristianismo.

Leia:
“O que Jesus disse e o que Jesus não disse”

E

“Jesus um profeta do islam”

Antonio Andrade Junior disse...

E para começar a ler imediatamente recomendo esse artigo muito bom:
http://answeringchristianity.wordpress.com/islam/a-heranca-abraamica

Leo disse...

"Saindo daí, Jesus viu um homem chamado Mateus, sentado na coletoria de impostos, e lhe disse:''siga-me! Ele se levantou, e seguiu a Jesus." Mateus. 9:9

Vamos começando por aí para eu te explicar.
Realmente quem escreveu o Evangelho de Mateus não foi ele. E isso, entre os cristãos que sabem alguma coisa é bem nítido. Primeiramente, porque esse evangelho pode ter sido escrito entre os anos 60 a 80, e como Mateus conheceu cristo... provavelmente ele não estaria vivo na época em que o evangelho foi escrito literalmente.
Tudo que tem no evangelho foi contado por ele a seus seguidores na época ou a uma comunidade que o reproduziu.
"Este é o discípulo (João) que deu testemunho dessas coisas e que as escreveu. E nós sabemos que o seu testemunho é verdadeiro." João. 21:24
João provavelmente também não escreveu o seu evangelho, mas os teólogos e estudiosos atribuem a ele a escrita deste evangelho.
Não significa dizer que o que está escrito é falso ou manipulado. Esse entendimento de que por não ter sido a própria pessoa que escreveu os relatos seja uma coisa falsa.

Lucas escreveu o evangelho baseado no que viu ou no que disseram a ele?

Lucas, realmente não conheceu Jesus. Ele era um médico e discípulo de Paulo. Tudo o que está escrito no Evangelho dele foi passado por Paulo, Pedro e outros que conheceram Jesus.

Na verdade, todo o antigo testamento também pode ter sido escrito por outra pessoa que descrevia os fatos. Ou você acha que Abraao sabia escrever?
Na verdade a fé que você professa também é baseada em fatos históricos que não se pode provar se foram reais ou não. O judaísmo que é uma religião bem mais antiga que o islamismo pregava que Isaac era o primeiro filho de Abraão e Maomé conta que o primeiro filho de Abraão foi Ismael.
Concluo que, na verdade tudo que Maomé disse em 570 depois de cristo, baseado nos fatos históricos do próprio Antigo Testamento pode ter sido falso. Não se pode provar que o que Maomé escreveu e pregou foi também inspirado por Deus. A inspiração divina é uma incógnita na vida dos religiosos.
A fé depende de cada um, é acreditar naquilo que o coração diz. Não se pode sentir a fé com a razão e sim com o coração. E é o que você faz também.
Em razão disso, possivelmente para você o que eu creio, Jesus Cristo como o próprio Deus é falso. Como eu também não acredito que Maomé foi inspirado por Deus, e sim, um profeta que trouxe suas opiniões e criou uma religião.
Jesus Cristo não quis criar uma religião. Isso é bem claro para os que sabem. Cristo sempre foi Judeu. Nasceu e morreu judeu. A intenção dele sempre foi pregar o amor, respeito, perdão, humildade. Coisa que os judeus não tinham pelas pessoas que eram pobres.
Jesus Cristo veio ensinar que devemos ser humildes e amar cada um como se fosse o próprio Deus. Quem criou o Cristianismo foram os Apóstolos, pois sabiam que esses ensinamentos eram incompatíveis com o que os Judeus faziam na época. A distorção era grande... enquanto os judeus desprezavam os pobres e se preocupavam em ficar mais ricos, os cristãos pregavam o que Cristo ensinara... ajudar, fazer caridade, amar aqueles menos favorecidos... por isso o Cristianismo foi fundado.
Na verdade, apesar de você, por ler no Google os assuntos relacionados a quem criou o evangelho, quem escreveu, se foi distorcido, ou não, e tentar publicar no seu blog tentando justificar a mudança de religião... respeito sua posição.
Deus guiou teu coração para seguir outro caminho (religião)... se certo ou errado só saberemos no dia do Juízo Final...

Antonio Andrade Junior disse...

Ao questionar a autoria dos evangelhos eu não quis automaticamente dizer que eram falsos, mas que entre 6 e 8 décadas de um escrito sendo copiado e recopiado por um povo pagão, há a chance (e hoje em dia já se comprova) que tenha sido contaminado pela mitologia greco-romana.

O profeta Mohammed não falou baseando-se no antigo testamento, pois o alcorão trás o esclarecimento do que na bíblia é obscuro e trás a solução do que é contraditório.

Você foi escrevendo e perdeu um pouco o foco, mas tudo bem...

O alcorão confirma tudo que você falou sobre Jesus. Nascido de um milagre da mais virtuosa mulher, falou desde a infância e foi verdadeiro profeta e messias. Pregou não uma nova religião, mas o retorno a verdadeira e única religião de Deus que os judeus haviam se desviado. Foi perseguido e tentaram o matar e Deus o fez ascender de corpo inteiro e ele há de voltar para combater o falso messias e preparar o mundo para o dia do juízo.

Porém os cristãos suprimem o que Jesus ensinou e minimizam seu ensinamento valorizando sua suposta morte pelos pecados da humanidade... coisa que é uma clara inserção posterior baseado no paganismo grego, romano, persa e egípcio.

Vou postar um novo texto hoje.

vnadjai disse...

Um recado para o Antonio Andrade Junior e Ana Santana: sou muculmana a 3 anos agora, pois ''conheci a Verdade e a Verdade, me libertou.''Pois era crista praticante (mesmo),com curso de teologia e professora, hj tenho 46 anos.
Agora, um recado para os criataos: Podem me chamar do que quizerem: louca, ...nao me importarei; Pois eu escolhi um lado,(Islam) por conhecer os dois.

salem...

vnadjai disse...

Desculpem o erro da palavra cristao. Foi o que eu quiz escrever.
E tem mais: sou a unica da familia toda e de toda uma geracao,que se reverteu ao Islam.
Enfrento problemas? Sim,mas no final, na prestacao das nossas contas diante de Deus, è que veremos, quem saira, vencedor.
Amo e respeito, Jesus,com a mesma intensidade de antes.Como amo e respeito todos os profetas anteriores.
( e me desculpem, por nao usar c cedilha e o til, em algumas palavras, pois escrevo da Noruega e meu teclado è diferente )Aqui nao existe c cedilha e nem o til. ok?
Salem a todos!!!

Antonio Andrade Junior disse...

waleikum salam
ma sha Allah e Subhanna Allah Deus seja louvado, Al hamdu illah e graças a Deus pela sua conversão irmã.

Deve tá muito muito frio agora em Janeiro por aí né? Barakallah Deus te abençoe.

marcus_antonio_evangelista disse...

Eu realmente fico muito triste não pelo fato de ter saído do Cristianismo para seguir o Islam, mas sim por você estar tão confuso, se voce conhecesse melhor o Cristianismo e o Islamismo jamais escreveria tais coisas.
só para voce saber, se voce questiona a veracidade das Sagradas Escrituras Bíblicas, jamais se firmará no islam, haja vista que até o Islam reconhece parte das Escrituras do Antigo testamento, em relação a Abraão e a Moisés.
somos todos MONOTEÍSTA, compartilhamos da mesma fé Abraâmica!
e negar o Evangelho de Jesus é o mesmo que desprezar as antigas profecias, pois todo o ensinamento e até algumas frases citadas por Jesus Cristo e os seus Apóstolos também estão escritas ou nos Livros de Moisés ou nos Livros dos Profetas!
já em relação as questões humanas, ou seja, as guerras e batalhas, devo adverti-lo que é o homem que é imperfeito e não Deus!
estude melhor a história da humanidade que você também chegará a seguinte conclusão: Se o homem praticasse tudo aquilo que Deus ensinou através de seus profetas, Mussulmanos, Judeus, e Cristãos jamais se matariam!
É o homem que corrupe a religião, e usam como desculpa para suas atrocidades o Santo Nome do Senhor Deus do Universo!
mataram e ainda continuam matando em nome de "deus", em nome de uma suposta fé, em sei lá o que!
agora só para comprovar a minha afirmção de que Jesus e os Apóstolos ensinaram um ensinamento antigo, portanto servem tanto para Cristãos, Judeus, e Muçulmanos, deixareis alguns versículo que fazem esta referência Testamentária:

"... E o segundo semelhante a este, é: Amarás a teu próximo como a ti mesmo". (Marcos 12, 28 a 31) e levítico 19, 18) e (Deuteronômio 6, 4 a 9).

A mensagem acima, você encontrará na Tora, No Alcorão e na Bíblia dos cristãos!

"Mas o justo viverá pela fé; e, se ele recusar, a minha alma não tem prazer nele". (Romanos 1, 17) e (Hebreus 10, 38) e (Habacuque 2, 4).

se quiser conversar meu msn: marcus_antonio_evangelista@hotmail.com

e que o Único, Verdadeiro, Vivo e Invisível Deus Todo Poderos te abençoe em nome de Jesus Cristo!

Antonio Andrade Junior disse...

Marcos, no geral vc não falou nada. Sério cara, vc tem dificuldade de estruturar um argumento.

Algumas pessoas se utilizam disso pensando que se a pessoas não conseguir entender então não terá como responder Rsrs parece patético, mas acontece muito.

Você falou que o islam reconhece parte do antigo testamento. Isso não é verdade. Deus nos ensinou no alcorão que a Torah, os Salmos e o Evangelho são livros vindos de Deus. Porém que foram alterados pelos homens.

Então, hoje, a verdade plena para esses livros antigos, só podem ser vistos através do prisma coranico.

Vou escrever um artigo sobre isso inshaAllah (se Deus quiser).

Claudete Rizzutti disse...

É uma pena que vc deixou o caminho da salvação que é a vida eterna. Até hoje Yeshuah continua a fazer milagres. Não vi até hoje profeta algum ressucitar dos mortos e tranformar o carater de alguém como Jesus (Yeshuah) quando o aceitamos como nosso Salvador.
Escritores até hoje quando lemos histórias da civilizaçãao os autores cada um coloca palavras diferentes porém com o mesmo sentido. A simplicidade deles como verdadeiros seguidores de Cristo quando escreviam o evangélio não queriam aparecer eram umildes porisso não se referiam a si próprio
Yeshuah é Deus o verbo que se fez carne para que nossos pecados fossem perdoados, mas somente para aqueles que podem crer nele.
Espero que o Espirito de Deus revele a vcs. essa verdade e vcs. também possam um dia ter a vida eterna.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

support our troops