Em Nome de Deus, o Misericordioso, o Misericordiador

Em Nome de Deus, o Misericordioso, o Misericordiador

sábado, 3 de maio de 2008

Isaías 53 não fala de Jesus(a.s)

Muitos cristãos costumam citar alguns versículos do capítulo 53 de Isaías. Dizem que é uma profecia sobre Jesus(a.s). Será?


Nós muçulmanos acreditamos em Jesus(a.s) como um grande profeta de Allah(swt) que foi enviado como último profeta israelita (o Messias) para restaurar o monoteísmo entre os Judeus. Acreditamos em seu nascimento virginal, em seus milagres (que fez com permissão do Todo Poderoso) e em sua ascensão de corpo inteiro para perto de Allah(swt). Tudo isso é descrito no Nobre Alcorão e compreendido por todos os muçulmanos, porém não acreditamos em sua morte ou em um sacrifício vicário. O Alcorão descreve que Allah(swt) livrou Jesus(a.s) da conspiração para o matar e o salvou.

“Porém, (os judeus) conspiraram (contra Jesus); e Deus(swt), por Sua parte, planejou, porque é o melhor dos planejadores.” (Sagrado Alcorão AAL `IMRAN 54)

“E por dizerem (regozijantes): “Matamos o Messias, Jesus, filho de Maria, o Mensageiro de Deus”, embora não sendo, na realidade, certo que o mataram, nem o crucificaram, senão que isso lhes foi simulado. E aqueles que discordam, quanto a isso, estão na dúvida, porque não possuem conhecimento algum, abstraindo-se tão-somente em conjecturas; porém, o fato é que não o mataram. Outrossim, Deus fê-lo ascender até Ele, porque é Poderoso, Prudentíssimo.” (Sagrado Alcorão, Surata An-Nissah versículos 157 e 158)

Muitos deuses na Pérsia, Egito, Roma, Grécia e etc “morreram para salvar a humanidade” em sacrifícios vicários e ressuscitaram no terceiro dia. Isso tudo milênios antes do aparecimento de Jesus. Todas essas mitologias contribuíram com a criação da mitologia cristã nascida entre os gregos.


O argumento mais forte, na minha opinião, para provar que a mitologia contida nos evangelhos (referentes a morte e ressurreição de Jesus) nasceram do contato entre as seitas nazarenas com os pagãos gregos é que, simplesmente, não existe profecia no dito Antigo Testamento de que o Messias morreria e ressuscitaria no 3º dia.

Não é estranho que um acontecimento espetacular como a morte e a ressurreição do ultimo profeta israelita e Messias dos judeus não tenha sido predita pelos antigos profetas?

Os cristãos nesse caso têm alguns versículos de gaveta para dizerem que a morte do messias havia sim sido predita. Citam versículos isolados do livro de Isaías capítulo 53.

"Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer; e, como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado, e dele não fizemos caso. Certamente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus e oprimido." Isaías 53:3-4

Porém pode-se refutar esses versículos como sendo referentes a Jesus(a.s) simplesmente LENDO O CAPÍTULO ANTERIOR E O POSTERIOR ao capítulo 53 a fim de entender O CONTEXTO e de quem realmente se trata o capítulo 53.



Do que fala Isaías 53?

Antes de qualquer coisa é bom lembrar que Isaias da forma que os judeus liam no tempo de Jesus(a.s) não era separado com os capítulos como temos hoje. Então com a divisão em capítulos feita na tradução em grego (septuaginta) criou-se a ilusão (talvez proposital) de que Isaias 53 é um capitulo independente de Isaias 52 quando o capitulo 53 é a continuação do 52. Claro.

Desde o capitulo 40 Isaias relata o exílio dos judeus na babilônia e isso vai até o capítulo 55. Será que Isaias fez uma pausa em retratar a aflição do povo monoteísta da babilônia no capítulo 53, falou um pouquinho do Messias e depois voltou a falar de Israel? Não, o capítulo 53 do livro de Isaías ainda está falando de Israel e do sofrimento do exílio na babilônia.

Isaías 52 fala da aflição de Israel no exílio e da esperança do retorno. Vejamos através de alguns versículos de que é que o capítulo fala:

Versículo 1 - Desperta, desperta, reveste-te de tua fortaleza, ó Sião! Veste-te com as roupas de tua glória, ó Jerusalém, cidade santa! Pois não mais tornará a entrar em ti nem incircunciso nem impuro.

Versículo 6 - Portanto, farei MEU POVO saber Meu Nome; ele saberá, então, naquele dia, que sou Eu Quem fala!

Versículo 9 - Prorrompei em cânticos, cantai com júbilo, exultai juntas, ó ruínas de Jerusalém; porque o Eterno confortou SEU POVO e redimiu Jerusalém!

Versículo 11 - Retirai-vos, deixai as terras de OUTROS POVOS, saí de lá, não toqueis coisa impura; saí do meio dela; purificai-vos; vós que transportais os objetos sagrados do Eterno.

Versículo 12 - Pois não saireis apressadamente nem vos ireis fugindo; porque o Eterno é Quem irá diante de vós, e o Deus de Israel será vossa retaguarda.

Aí como nos originais em hebraico não há divisão entre o capítulo 52 e 53 logicamente Isaias continua falando do retorno dos filhos de Israel das margens do Eufrates (da escravidão na Babilônia) de volta a Terra Santa.

Ainda no capítulo 52 ele chama Israel de “meu servo” e fala de Israel voltando do exílio como se fosse um homem.

13-14-15 - Eis que há de prosperar Meu servo; será exaltado e há de se elevar bem alto. Assim como antes, multidões ficavam estarrecidas ao vê-lo, ‘Sua aparência está desfigurada e não parece humana sua forma’ Assim, muitas nações admirar-se-ão depois, e reis se calarão perante ele, porque verão o que jamais lhes fora previsto e perceberão o que nunca havia escutado:

Bem interessante saber que na versão em hebraico da bíblia Modern Hebrew o capítulo 52, respeitando o sentido do texto, termina com dois pontos. O que indica que o raciocínio ainda não foi concluído.

Isaias 53:1 - Quem teria acreditado no que nós (as nações) ouvimos, e para quem foi revelada a ação do Senhor?

2 - Porque ele (o povo de Israel) brotou como planta tenra e como raiz em terra seca. Não tinha nem forma nem beleza; era visível que não tinha boa aparência; quem agradar-se-ia?

3 - Foi depreciado e abandonado por todos, como uma pessoa atormentada e constantemente enferma, como alguém de quem escondemos nossa face, sendo desprezado e desconsiderado.

4 - Na verdade, eram os nossos sofrimentos (das nações) que (Israel) suportava, e as dores que o oprimiam, mas nós o considerávamos um ser aflito, golpeado e ferido por Deus.

E continua falando de Israel como uma pessoa, um servo, e do sofrimento e da volta do exílio na Babilônia.

Note que quando a mensagem é falando de aflições é no passado, e quando é de esperança é no futuro. Porque trata-se do povo de Israel e não do Messias.

Vermelho = passado (suplicio no exílio)
Azul = Futuro (promessa de melhores dias)
Preto = Presente (o momento do retorno)

Eis que há de prosperar Meu servo; será exaltado e há de se elevar bem alto. Assim como antes, multidões ficavam estarrecidas ao vê-lo, Sua aparência está desfigurada e não parece humana sua forma’ Assim, muitas nações admirar-se-ão depois, e reis se calarão perante ele

Seriam as supostas profecias referentes a Jesus todas proferidas no passado? Sim. Porque na verdade eram relatos do exílio na Babilônia.

As partes que falam do Servo no futuro ainda no capítulo 53 são referentes a volta do exílio.

Isaías 53:11 “Ele verá o fruto do penoso trabalho de sua alma e ficará satisfeito; o meu servo, o justo, com o seu conhecimento, justificará a muitos, porque as iniqüidades deles levará sobre si.

Nesse versiculo se apoia todo o cristianismo, aí estaria a profecia de que o messias morreria para salvar a humanidade. Na falta de uma profecia verdadeira "seu conhecimento justificará a muitos" vira "sua morte justificará a muitos" em um texto que nem seguer é uma profecia.

Mas quem é o servo que sofre no capítulo 53?

“Agora, pois, ouve, ó Jacó, servo meu, ó israel, a quem escolhi.” Isaías 44:1

“Lembra-te destas coisas, ó Jacó, sim, tu ó israel; porque tu és meu servo! Eu te formei, meu servo és tu; ó Israel não te esquecerei de ti.” Isaías 44:21

“e me disse:
Tu és meu servo; és israel, por quem hei de ser glorificado.” Isaías 49:3

O servo é Israel (Jacó) sofrendo no exílio da Babilônia:

“Saí de Babilônia, fugi de entre os caldeus. E anunciai com voz de júbilo, fazei ouvir isto, e levai-o até o fim da terra; dizei: O Senhor remiu a seu servo Jacó;” Isaías 48:20

Agora vejam essa.

“Assim diz o Senhor que te criou e te formou desde o ventre, e que te ajudará: Não temas, ó Jacó, servo meu, e tu, Jesurum, a quem escolhi. Porque derramarei água sobre o sedento, e correntes sobre a terra seca; derramarei o meu Espírito sobre a tua posteridade, e a minha bênção sobre a tua descendência; e brotarão como a erva, como salgueiros junto às correntes de águas.” Isaías 44:2-3-4


Quem é o Servo? Israel (Jacó), e de quem é a posteridade que brotará como erva? A descendência de Israel.

(leia mais uma vez os três versículos acima)

Porque então no mesmo livro, mais adiante, o servo passa a ser o Messias e a posteridade que crescerá como erva são os cristãos?

Porque ele brotou como planta tenra e como raiz em terra seca. Não tinha nem forma nem beleza; era visível que não tinha boa aparência; quem agradar-se-ia?... Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando der ele a sua vitalidade em oferta, verá a sua posteridade e prolongará os seus dias; e a vontade do SENHOR prosperará nas suas mãos. Ele verá o fruto do penoso trabalho de sua alma e ficará satisfeito; o meu Servo, o Justo, com o seu conhecimento, justificará a muitos, porque as iniqüidades deles levará sobre si.” Isaías 53:2-10

Aí continua falando de Israel. O servo e sua posteridade.

Em Isaías 54 continuamos na mesma história, os judeus (filhos da estéril) se reinstalam em Jerusalém:

Versículo 2, 3 - Alarga o espaço da tua tenda; estenda-se o toldo da tua habitação, e não o impeças; alonga as tuas cordas e firma bem as tuas estacas. Porque transbordarás para a direita e para a esquerda; a tua posteridade possuirá as nações e fará que se povoem as cidades assoladas.

Porque “O Servo” nos capítulos anteriores e posteriores ao 53 é Israel no suplício do exílio na babilônia e o 53 é o Messias? Porque não é o Messias.

Isso fica mais claro quando vemos que versículos dentro da suposta profecia não batem com o que está escrito nos evangelhos. Em Isaías 53:7 diz que “não abriu a boca” e permaneceu “mudo” diante dos acusadores, porém os evangelhos registram Jesus falando muitas vezes durante os interrogatórios, algumas dessas vezes em sua própria defesa. No versículo 9 diz que “Designaram-lhe a sepultura com os perversos” mas Jesus foi sepultado com os perversos? Consta que Jesus foi colocado numa câmera funerária particular da família de José de Arimateia. Esse discípulo de Jesus é chamado descrito no evangelho de Marcos (15:43) “ilustre membro do cinédrio que também esperava o reino de Deus” e em Lucas 23:50 é dito um “homem bom e justo”. Portanto a acusação “Designaram-lhe a sepultura com os perversos” não concorda com a natureza do dono da câmera funerária para onde Jesus(a.s) teria sido levado e nem é mencionado que Jesus teve companhia na câmara.

Há indícios que os dois ladrões na narrativa do evangelho foram inseridos posteriormente (interpolação) para forçar uma semelhança com Isaías 53. Essa interpolação gerou pelo menos duas contradições gritantes. Quando na cruz Jesus teria tido um dialogo com um dos ladrões onde ele (Jesus) teria dito “hoje mesmo estarás comigo no paraíso” (Lucas 23:43) porém é registrado adiante quando encontra com Madalena na manhã de domingo após a crucificação “não me abrace pois ainda não ascendi ao Pai” (John 20:17). O mesmo versículo em que Jesus diz que naquele mesmo dia um dos ladrões estaria com ele no paraíso ainda entra em contradição com o relato de Marcos 15:32 onde ambos os ladrões zombam de Jesus(a.s) e dizem que só acreditariam nele ao vê-lo descer da cruz. Portanto nenhum dos dois iria para o paraíso segundo o relato de Marcos entrando em contradição com Lucas.

O versículo de Isaías conclui “com o rico esteve na sua morte”. O evangelho diz que Jesus “entregou o espírito” ainda na cruz, portanto morreu na cruz, então quem era o rico que esteve com Jesus “na sua morte”? Confuso? Ainda não acabou.

“Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando der ele a sua alma como oferta pelo pecado, verá a sua posteridade e prolongará os seus dias; e a vontade do SENHOR prosperará nas suas mãos.” Isaías 53:10

Aí fala “verá sua posteridade e prolongará seus dias” teve Jesus posteridade e dias prolongados? Não, mas como vimos anteriormente o capítulo 53 de Isaías trata da volta de Israel do exílio e essa posteridade citada é a posteridade dos filhos de Abraão. E para confirmar isso basta procurarmos, não em outro livro, mas apenas 3 versículos adiante (convenientemente colocado em outro capítulo) consta:

“Canta alegremente, ó estéril, que não deste à luz; exulta com alegre canto e exclama, tu que não tiveste dores de parto; porque mais são os filhos da mulher solitária do que os filhos da casada, diz o SENHOR. Alarga o espaço da tua tenda; estenda-se o toldo da tua habitação, e não o impeças; alonga as tuas cordas e firma bem as tuas estacas. Porque transbordarás para a direita e para a esquerda; a tua posteridade possuirá as nações e fará que se povoem as cidades assoladas. Isaías 54:1-2-3

Agora compare “verá a sua posteridade e prolongará os seus dias” com “a tua posteridade possuirá as nações e fará que se povoem as cidades assoladas”. Duas citações semelhantes que aparecem num intervalo de 6 versículos ambas se referindo a posteridade dos filhos da estéril (Sara mãe de Isaac) e da solitária (Hagar mãe de Ismael) ou seja a posteridade dos filhos de Abraão os israelitas e os ismaelitas e não do Messias.




Que a paz, as bênçãos e a condução divina estejam com todos nós.

Deus(swt) sabe mais.




32 comentários:

antonio disse...

Eu li o contexto como você falou, E várias vezes percebe-se Deus falando com Israel:
"nao temas eu ajudo(Is 41:14)", "nao temas porque eu te remi(Is 43:0)", "DESFAÇO SUAS TRANSGRESSÕES COMO A NÉVOA E OS TEUS PECADOS COMO A NUVEM... eu te remi (Is 44:22)" " O SENHOR, teu Deus que pleiteará a causa do seu povo. Eis que eu tomo da tua mão o calice de atordoamento, o cálice da minha ira; jamais dele beberas (Is 5122)"
PERBE-SE CLARAMENTE QUE DEUS CUIDA DE ISRAEL E FALA QUE DESFAZ SEUS PECADOS COMO A NUVEM...! pode-se perceber tambem que em todos os versículos no qual Deus fala "meu servo", a palavra servo está em minúsculo ! mesmo se desconsiderar as divisões dos capitulos, há uma parte que a palavra servo está em letra MAIÚSCULA, JUSTAMENTE NA PARTE DA PROFECIA (SERÁ QUE É SÓ UMA COINCIDÊNCIA?? )
no versículo (Is 52:15) fala eles verão o que nao foi anunciado e entenderão o que nao foi dito? MAS DEUS JA TINHA ANUNCIADO A RESTAURAÇÃO DE ISRAEL(Is 49:8) ELE CONFORTA O POVO Is 51, E EM Is 52 ELE ANUNCIA ISSO ! Entao a que(OU A QUEM) o versículo 15 de Is 52 está se referindo?? o que NAO foi dito nem anunciado que será visto e entendido??? PORQUE A RESTAURAÇÃO JA FOI DITA E ANUNCIADA!!
outra coisa, nas referências acima mostram tambem que Deus desfaz os pecados de Israel JA NO Is 53 FALA Q "Israel" LEVARÁ O PECADO DE MUITOS ??? COMO É POSSIVEL? SE ELE NAO LEVA NEM O DELE ! DEUS QUE LEVE O DELE !! COMO ELE LEVARIA O PECADO DE MUITOS ??

gostaria que você me explicasse isto, porque está fora da minha compreenção !

Antonio Andrade Junior disse...

Maiúsculo e minúsculo

Percebe-se claramente que você ignorou que o texto de Isaías não é escrito em português e sim em hebraico e no hebraico não temos maiúsculo nem minúsculo, portanto seu argumento é minúsculo.

Cara, isso é elementar. Da mesma forma que os tradutores colocam maiúscula e minúscula para manipular o sentido você se surpreenderia com a quantidade de fraudes na tradução.

Por exemplo você cita aí “levará o pecado do mundo” mas isso simplesmente não está escrito lá.

Da uma olhada aqui:
http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs.aspx?cmm=662031&tid=5312552620218925187&na=4&nst=1&nid=662031-5312552620218925187-5365482431391560767

E nesse tópico de orkut eu fiquei quase um ano respondendo perguntas de dezenas de cristãos. Um aparecia e vinha todo de nariz empinado e fazia os questionamentos, daí eu respondia e ele saia com o rabo entre as pernas, daí aparecia outro de nariz empinado e fazia as mesmas perguntas e se eu não respondesse é pq eu tava fugindo ^^
http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs.aspx?cmm=662031&tid=5288263862916838463&kw

pena que muitos cristãos, com vergonha, apagaram o que disseram.

frankvaldo barros de andrade disse...

É incrível a falta de conhecimento historico no argumento feito no texto a respeito da tradução do cânon sagrado para o grego, a septuaginta quando foi traduzida pelos setenta segundo tradição não foi dividida por capítulos e nem vercículos, mesmo por que essa divisão foi feita depois de cristo. Acho bom o amigo se informar mais sobre historia. A formação da biblia que usamos hoje foi de 1500 anos tem muita bagagem historica comprovada arqueologicamente,e enquanto o corão quantos anos de historia tem?

Antonio Andrade Junior disse...

Você leu o meu texto deste tamanho e resolveu comentar só “a divisão dos capítulos na septuaginta”?

E nem essa sua reclamação se sustenta. Você reclama que a divisão por capítulos só foi feita depois de Jesus. E no texto eu digo:

“Antes de qualquer coisa é bom lembrar que Isaias da forma que os judeus liam no tempo de Jesus(a.s) não era separado com os capítulos como temos hoje.”

Foi esse o defeito no texto que você achou? Fuça aí, procura mais (quem sabe vc não acha um defeito de verdade e me ajuda a me aprimorar).

Roberto Davi disse...

Gostaria de saber por que vc escolheu o Islamismo então, pois não vejo nada de novo em sua religião nem nos escritos, muito menos na prática, pois os povos muçulmanos que conheço vivem na escuridão da ignorância, sofrimento e exploração mais depravada possível. Se eles estudam tanto o corão deveria obter melhores resultados em sua sociedade. Leia depois Mateus 11.18. Vc quer comparar a revelação da pessoa de Jesus com qualquer outra revelação, não tem como comparar. O único lugar que fala de Jesus é Bíblia, na qual vcs mesmo se basearam, apesar de nunca terem sido os guardiões dela (sempre foram os Judeus). Os honestos que não mudam o alcorão são os árabes né, mas os cristãos corromperam a Bíblia toda. Engraçado que esta honestidade toda não reflete nas sociedades árabes né? O dia que vcs construírem sociedades como Suíça, Inglaterra, Holanda, Dinamarca, EUA, FRança, Noruega, Finlândia, Austrália, Suécia, Escócia, Irlanda, CAnadá e etc., etc... Me fala um país muçulmano sério em que vc pode deixar uma banca de revista com o dinheiro numa caixa aberta para as pessoas comprarem e deixarem o dinheiro na madrugada, como acontece na suíca. Talvez a Arábia Saudita né? É de rir. Com aqueles bandos de bandidos que só fazem explorar o povo, ditadores, querem o poder para se servir dele ao invés de servir o povo. Vcs vivem na escuridão, pois não querem receber a luz do mundo que é o Senhor Jesus. Que Ele seja adorado para sempre!! "A sabedoria se mostra correta é pelos seus resultados" Mt. 11.18-19 ou este texto de mateus também foi adulterado?

Bom, vamos as minhas questões, me explique os versículos de Isaías 53, os quais vc não citou no seu texto:
Vers. 9: "posto que nunca fez injustiça nem dolo algum se achou em sua boca". ISrael era um pecador não? AGora virou santo?
Ver 8s. "..foi cortado da terra dos viventes por causa da transgressão do meu povo" Israel morreu por ISrael? Num entendi?
Vc responde nos seus tópicos de maneira desesperada que é um só versículo fora de contexto, mas e daí, faz parte do texto, não? AGORA, O MAIS IMPORTANTE: VC SE ESQUECE QUE VÁRIAS VEZES NA BÍBLIA O MESMO TEXTO FALA PARA O MOMENTO QUE ESTÁ ACONTECENDO, MAS SERVE COMO PROFECIA PARA O FUTURO.

ENtão, temos a hipótese que TALVEZ SEJA A MAIOR: O TEXTO FALA DE ISRAEL E DE JESUS, MEU CARO. O VT É RECHEADO DE PASSAGENS QUE CONTAM A HISTÓRIA DO POVO DE ISRAEL, MAS SÃO UM TIPO PARA JESUS. A serpente levantada por Moisés no deserto, ver João 3.14, Números 21.9, é um exemplo. Tem vários, vc é um bom pesquisador e saberá procurá-los, se quiser.

CAra, se vc soubesse o que é conhecer o amor de Cristo, poxa. Leia os evangelhos, veja suas promessas, veja seu conforto, sua ternura o quanto ele amava as pessoas e o quanto é sábio e severo com os religiosos hipócritas. Só que nos evangelhos a todo momento ele diz que veio para morrer por nós, e sabe qual a maior prova de que isto é verdade, é que isto é que transforma as pessoas. Eu conheço tantas pessoas que foram transformadas pelo poder de Jesus. MAs vejo que o islã e nem qualquer outra religião tem este poder, nem de perto.

Roberto Davi disse...

Se me responder que este países (cristãos) são depravados, suas mulheres libertinas, se vestem quase nuas, permitem que seu povo faça coisas depravadas, vou te responder que é o preço que se paga por ter uma religião que preza pelo liberdade e livre decisão das pessoas e não pela repressão pela força ou poder. Deus é um Deus educado, terno e não faz nada pela força, as pessoas o seguem se quiser. Quem quiser seguir uma vida reta, assim o faz, enquanto outros não.. mas não parece que é assim para Mohamed né? Para ele tudo é na força e na repressão, poder, tirania. Aprenda uma coisa, ninguém faz nada obrigado. Se as vezes faz, faz a contra-gosto e ao presso de muita frustração e infelicidade. Deus não é assim, quem é assim é o Diabo!

Antonio Andrade Junior disse...

Você falou que as mulheres depravadas estão apenas exercitando a sua liberdade e que isso é bom e que as mulheres muçulmanas são obrigadas a terem recato. Note que apenas 20% dos muçulmanos são árabes e que centenas de milhões de muçulmanos vivem em países onde a lei não tem nenhuma imposição religiosa e mesmo assim eles seguem o que Deus ordenou para eles, porque a submissão a Deus só faz sentido se for voluntária e Deus nos diz no alcorão que "não há obrigatoriedade na fé".

Índice de Desenvolvimento Humano. É por esse índice que se mede o quão bem vivem as pessoas nele. Procura saber quantos países latino americanos existem entre os graus muito elevados de IDH e quantos países muçulmanos. Inclusive há na áfrica um país onde se vive melhor que o brasil, e com a queda do ditador que acontecerá em breve, melhorará ainda mais.

Antonio Andrade Junior disse...

1- Argumentação: Os países cristãos são mais ricos.
A resposta: Essas localidades são desenvolvidas em comparação as outras partes do mundo bem antes de lhes chegar o cristianismo. A posição geográfica que lhes favorece a defesa, a abundância de recursos e outros fatores fez que quando o império romano chegou até eles com o cristianismo eles já fossem países tecnologicamente avançados para época.

Quando o império romano lhes chegou trouxe a tecnologia que eles colheram de todo resto do império. Depois com o fim do império essas nações mais evoluídas navegaram e escravizaram as nações menos evoluídas, roubando seus recursos naturais e escravizaram seu povo. Com isso criou-se uma grande diferença na prosperidade entre a europa e a áfrica por exemplo.

Mas será que isso é sinal de que Deus está com eles? Será que as pessoas devem se impressionar com o esplendor das grandes nações e se converter a elas? Alguém lembra na bíblia o que foi que satanás ofereceu a Jesus para que o adorasse? Ofereceu as grandes nações. Como o satanás poderia oferecer as grandes nações se essas não pertencessem a ele? E Jesus aceitou? Ele aceitou se senhor das grandes nações e adorou o satanás? Não, Jesus rejeitou e as grande nações continuam pertencendo a satanás.

Outra coisa, se você for pesquisar a proporção de ateus a agnosticos nos países europeus vai se surpreender ao ver que há países com mais de 50% de pessoas que nem acreditam em Deus e que, veja só, quanto mais ateu um país mais rico ele é.

Você fala dos ditadores nos paises muçulmanos. Os ditadores são financiados pelo ocidente, todos eles. Mas os árabes começaram a se rebelar contra isso.

lucio disse...

olá...

não lembro ao certo o que digitei no google para chegar aqui, mas enfim, li o post que é assaz interessante.

uma das coisas que mais ludibria os cristãos são as descaradas mentiras que seus lideres impõem como verdades amovíveis, e que, ainda assim mudam historicamente. é como se as doutrinas tivessem prazo de validade, e se tornem obsoletas com o tempo até que outra tome seu lugar. mas quando estão 'na moda' - dentro de sua 'validade' - são tiranas e dominam as mentes, que não conseguem enxergar nada além d'estas doutrinas forçadas.

lembro de quando li a bíblia a primeira vez depois de ter me libertado da influência da congregação e doutrina neocalvinista, e decidido buscar a verdade de deus na bíblia somente. cada versículo uma nova descoberta... tudo que me houvera sido ensinado - enfiado na minha cabeça como verdade absoluta - era afinal um monte de coisas postas no mesmo lugar, mas sem inspirar nenhuma harmonia... nenhum nexo. nada fazia sentido.

não há lógica de continuidade entre antigo testamento, evangelhos e os escritos heréticos de paulo - é tudo muito destoante! e fui percebendo isso... estudando o suposto livro de deus na solidão.

ainda não tive tempo de reler toda ela, e descobrir todas as farsas, sobretudo protestantes, e agora também pentecostais. mas este raciocínio que você apresenta é muito razoável. depois que li sua argumentação me adiantei em ler o trecho de isaías, e só me ficaram algumas dúvidas. vamos a elas:

em 53.8b se lê

'...pois ele foi tirado da terra dos viventes, ferido por causa da transgressão do meu povo,'.

quem seria este povo?
e de quem é a voz que fala durante a maior parte do texto?

realmente, se este 'meu povo' for israel, então seu argumento corre risco de ser invalidado. mas de que se trataria?


estou curioso,
lucio

Antonio Andrade Junior disse...

Nessa tradução cristã eles dão a entender que há alguém (ele) pagando pelas transgressões de outros (meu povo).

Você ficaria surpreso se eu te dissesse que nesse versículo não há nem a palavra "ele" e nem a expressão "meu povo"?

Veja:
http://bbe.biblebrowser.com/isaiah/53-8.htm

Mas nem os judeus mexem muito nesse verso, pois ele trás uma coisa constrangedora. A tradução seria.

“Oprimido e discriminado, falou (pedindo a Deus pela) sua posteridade. Se apartou do país dos viventes, infectado por praga (por ser) um povo rebelde.”

Não há duas pessoas nesse verso. So há "ele" o "povo rebelde".

Lá vinha o povo hebreu migrando de volta para o sul, surrado por anos de escravidão e cheios de doenças.

Não há ninguém pagando pelas transgressões dos outros, apenas o povo pagando pelas suas próprias. A aflição que sofriam era doenças infecciosas.

A palavra é Negha (נגע)Em Êxodo 11:1 essa mesma palavra é traduzido como “Praga” que será lançado sobre o Egito.
.
E aqui:
“Quando no homem houver praga de lepra (negha), será levado ao sacerdote.” Levítico 13:9
.
Essa palavra aparece na bíblia em 52 versículos e apenas nesse de Isaías traduzem como “golpeado”, “afligido” e não como nos outros 51 casos onde é traduzido como “praga”, “doença infecciosa”.

All disse...

lucio
Se vc quiser dar uma olhada em meu blog será bem vindo se tiver a procura da verdade e sem se prender a dogmas e pré-consceito sobra as Escrituras Sagradas, meu blog esta por assunto, lhe aconselho ver as respostas as supostas contradições.
Maasalama

Antonio Andrade Junior disse...

All... se vc tivesse respostas teria respondido os questionamentos que fiz ao invés de apagar o scrap sem responder.

Se tem respostas coloque aqui. Indique o link para as respostas.

Antonio Andrade Junior disse...

Roberto Davi

"não havia dolo em sua boca"

Resposta:

O capítulo 53 de Isaías fala de uma geração de israelitas que, por demonstrar piedade e temência a Deus, foi agraciado com o perdão e com a possibilidade de sair da escravidão na babilônia e voltar a habitar a região de Jerusalém.

O texto fala "redimi o meu servo Israel", então quem pode acusar aquela geração se o próprio Deus os redimiu?

Esse é o texto:
“posto que nunca fez injustiça, nem dolo algum se achou em sua boca.”
Isaías 53.9
.
Pegam esse versículo e ignoram tudo mais. Ignoram todo o contexto dos capítulos 40 até o 54 e dizem “o servo não tinha culpa, portanto era o Messias”
.
“pois nunca fez injustiça”
a palavra traduzida como injustiça é Shamek (em hebraico) e significa “crueldade, violência, especificamente violência física"
.
Vejam o dicionário de hebraico bíblico a palavra mencionada:
http://original.biblebrowser.com/hebrew/2554.htm
.
portando a tradução mais isenta seria:
“pois nunca praticou violência”
.
________________________________
.
“nem dolo algum se achou em sua boca”
Dolo é uma palavra usada aí para generalizar o erro. Não havendo dolo se diz que não há culpa em sua boca. Mas a palavra é mais especifica.
.
A palavra é Mirmá (em hebraico) que significa “mentira, falsidade”
http://original.biblebrowser.com/hebrew/4820.htm
.
portando a tradução mais isenta seria:
“nem mentira havia em sua boca” (faz até mais sentido né?)
.
.
Ficando assim:
“pois nunca praticou violência, nem mentira havia em sua boca” Isaías 53.9
.
Era uma geração pacata e sincera. Aí não fala que a geração era sem pecados. Era uma geração pacata e sincera a quem Deus absolveu.

Para q fique claro q não é uma tradução particular
Há a tradução "Nova Versão Internacional" uma das mais respeitadas e mais usadas traduções para o português e traduz:

"embora não tivesse cometido qualquer violência nem houvesse qualquer mentira em sua boca."
Isaías 53:9

Wallace Paulista disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Israella disse...

Interessante!

Porém cheio de erros, porque você se preocupa tanto em desmascarar a religião alheia?
Você poderia esta muito bem vivendo na sua religiosidade "tão libertadora".

Antonio Andrade Junior disse...

Aponta os erros e vamos esclarecê-los juntos. Porque muita gente com quem debati me falava de erros e que eu usei algo fora do contexto, mas nenhum deles apontava onde.

E debater religião não me impede praticar a minha. E ainda sobra tempo pra trabalhar, estudar, e tomar um chazinho com os amigos :) Al hamdu lillah (louvado seja Deus)

carlos alcobia disse...

O meu muito Obrigado:
a António Andrade Júnior, por ter criado este Blog e principalmente ter explicado o assunto que me perturbava à tanto tempo... Isaías 53

Carlos Alcobia

Antonio Andrade Junior disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Antonio Andrade Junior disse...

Na verdade suas postagens foram apenas ofensas baratas. E, as últimas delas, caíram na caixa de spam automaticamente, isso indica que sua reputação no site blogger já não é muito bom.

Suas primeiras postagens eu deletei porque você apenas criou um misto de ofensa com tentativa desesperada de mudar de assunto.

Ricardo disse...

Masha Allah, mto completo esse blog irmao... e o video "Voce e Deus sem intermedios" é aqui de Porto Alegre, filmado pelo Khalil e pelo Luis e com a participaçao do grande irmao marroquino Shafiq...
muito orgulho deles e de vc

barak Allah hu fik... sempre me ajudando no face aushaush

Allah maak!!!

adonizedek disse...

" 1 Mas o Espírito expressamente diz que em tempos posteriores alguns apostatarão da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios,
2 pela hipocrisia de homens que falam mentiras e têm a sua própria consciência cauterizada," 1 Tim 4

Tá aí a razão de tu e tantos outros terem deixado o cristianismo (se é q vcs um dia tenham sido de fato "cristãos")

Mas o pior de td é ver gnt ingressando no islã, a religião do "profeta" politeísta Maomé! Me diga, meu caro A.A. Júnior, vc tem alguma filha aí de +- 8 anos? Em nome do allah, estaria disposto a dá-la em casamento a alguém maior de idade?

Se o allah é o mesmo Deus da bíblia, pq esse deus islãmico sólo habla árabe? Onde se encontra a oniscência aqui? E ainda mais, tem-se de fazer 5 rezas repetitivas, virados pra Meca (por alguns meses, em direção a Jerusalém!).. Pq Maomé ordenou adorar uma pedra? Isso é coisa de árabe politeísta :D

Então quer dizer que allah fez meteoritos para apedrejar os demônios (seres incorpóreos!!!!!!!)?

As montanhas servem para "pregar" a terra no chão afim de que ñ se movam?
O leite materno vem de entre o sangue e as fezes??????
O Sol se põe numa poça de lama??????
Allah vai lançar os jinn no fogo do inferno (mas eles foram feitos de feitos uai!)??
No paraíso vai ter 70 virgens para cada homem?? Isso é o paraíso de um deus santo e justo ou um inferninho, casa de swing??? E qual é a recompensa das mulheres? Ops, deve que num tem, Maomé disse que 99% do inferno é povoado por elas!

Allah proíbe idolatria, politeismo, MAS, puniu satã por NÃO TER SE CURVADO PERANTE ADÃO, COMO ALLAH ORDENOU A TDS OS ANJOS (o que "coincidentemente" se assemelha a uma lenda judaica...)???? WHAT???

Bem, espero que possa sanar-me essas dúvidas, quem sabe eu ñ me converta a muçulmano tbm!! Só espero que, como bom muçulmano que és, ñ venha a ocultar minha msg, ou fazer uso de mentiras rs

Salam!!!

Antonio Andrade Junior disse...

Sobre 1Timóteo 4:1
Há um artigo sobre isso aqui mesmo no nosso blog:
http://por-que-deixei-o-cristianismo.blogspot.com.br/2011/12/o-evangelho-de-paulo-vrs-evangelho-de.html

Notei que você não tem nada a dizer sobre o texto que eu escrevi e partiu para tentar mudar de assunto. Não tem problema. E tudo que você mostrou foi que você não acredita no islam, você não apresentou dúvidas...

Deixa eu exemplificar para que os cristãos entendam... Você falou assim... "Quer dizer que você acredita que uma cobra falou (com Adão e Eva)? hahaha, quer dizer que tem um burro falante na bíblia? hahaha"

Você apenas zombou.

O dilúvio é semelhante a um mito sumério, porém existiu (ou não?) O fogo do inferno não é um fogo comum, em vários ahadith isso é deixado claro, além do mais o ser humano foi criado do barro, então não seria um tormento ficarmos soterrados de barro pois viemos do barro?

Você não tem dúvidas, você tem acusações e acusações bem bobas. Você fala inglês né? Se você quisesse mesmo as respostas você buscaria por elas já prontas em vários sites islamicos em inglês, como este:

http://www.answering-christianity.com/ac.htm

E há outro.
Pois o primeiro contato que eu tive com o islam foi com um texto chamado "As contradições do alcorão", porém eu tinha um compromisso com a verdade, eu não podia pegar aquilo e sair repassando sem verificar. Fui ler sobre o islam e me converti ao islam.

Tomoko disse...

Assalam Alaikoum. Estava lendo o seu artigo e, me deparei com o versiculo 3 do capitulo 49 de Isaias, onde, voce escreve: "Tu és meu servo; és israel." E fui ler as biblias que tenho em maos. A minha surpresa eh que, nelas no mesmo trecho, o verbo ser, no que se refere a israel, virou conjuncao, como se o servo e Israel fossem diferentes. Por mais que os cristaos falem, que discrepancias na traducao dos manuscritos existentes nao sejam tao gritantes, essas traducoes malfeitas (omissao e/ou acrescimos de palavras, acentos ortograficos e pontuacoes erroneas) se tornam ferramentas poderosas de manipulacao. E isso me assusta muito. E o nosso idioma, eh tao complexo que nem todo mundo tem cerebro para ler e entender corretamente um texto. Obrigada por mais uma vez, me elucidar este capitulo de Isaias. Que Allah lhe recompense e lhe abencoe!

Noarridas estudando a bíblia judaica ou Tanach disse...

o pior cego é aquele que não quer ver.

cristãos e islâmicos leem e recitam, como o post declara:

"Mas quem é o servo que sofre no capítulo 53?


“Agora, pois, ouve, ó Jacó, servo meu, ó israel, a quem escolhi.” Isaías 44:1

“Lembra-te destas coisas, ó Jacó, sim, tu ó israel; porque tu és meu servo! Eu te formei, meu servo és tu; ó Israel não te esquecerei de ti.” Isaías 44:21

“e me disse: Tu és meu servo; és israel, por quem hei de ser glorificado.” Isaías 49:3"

porém, ainda querem argumentar que suas religiões tem alguma raiz no tanach, ou que de fato são revelações (POSTERIORES) de Hashem.

Antonio Andrade Junior disse...

O judeu não tinha nada pra dizer e resolveu dar uma de doido e provocar. =)

Vejam aqui mesmo nesse blog o artigo: Os judeus adulteraram a torá.

Noarridas estudando a bíblia judaica ou Tanach disse...

jesusistas e maometistas insistem em atacar a fé judaica porque simplesmente é irrefutável que suas religiões não surgiram antes, primeiro, quer dizer, não são a fé original. choram pq não foram eles (jesusistas e maometistas) que revelaram o monoteísmo (a crença em O D-us, UM) ao mundo.

Antonio Andrade Junior disse...

O monoteísmo não é uma ideia que se propagou, o monoteísmo é a fé natural e inata que que as pessoas encobrem de si mesmas.

Leiam aqui mesmo neste blog o artigo: Os judeus adulteraram a Torá.

"Se dizem sábios portadores da Torá"

E leiam também: Quem é herdeiro da promessa abraâmica.

isaias magalhaes isaias disse...

pois bem,me tire uma dúvida.
Se o Islam concorda que Israel é o servo do Senhor,por que essa voracidade em destrui-lo?.

Antonio Andrade Junior disse...

Há uma grande diferença do povo que obedecia Moisés e os profetas para esse povo desta falsa israel atual. Esse país que tem paradas gay anuais não é Israel. Esse país que tem uma estrela de um demônio na bandeira não é Israel.

Ser israel não tem nada a ver com a etnia do povo, tem a ver com a crença e esse país é tão corrupto ou mais do que os países cristãos. Parada gay, parada da maconha, país lider mundial em tráfico de seres humanos.

No sei livro os judeus da época de Jesus teriam dito "somos filhos de Abraão" e Jesus então respondeu "sois filhos do demônio pois a ele servem"

Qualquer pessoa com um mínimo de noção de ética e com algum discernimento independente saberá que essa é uma falsa israel, uma nação serva de demônios e admirada por ignorantes, presas fáceis da mentira.

Gabriel Reid disse...

Para de bater na mesma tecla e me explica isaias 53:3-7
So me explica essa parte quero ver como vc pode insistir que nao fala de Jesus e sim de um povo

Ahmed Al-Falluji disse...

Tirando do contexto pode falar de quem você quiser. Mas no contexto fala da volta do povo de Israel do exílio

Daniel e Kamila disse...

Falar que em Isaias 53 não existe a idéia de ninguém pagando pelos pecados dos outros é absurdo, precisa distorcer muito a lógica obvia, trivial e nulant. Tenho a Bíblia Hebraica (daqueles que não acreditam em Jesus com o messias) e até lá está muito claro a ideia de quem alguém paga pelos pecados de outros. Versículos 4, 5, 6, 8, 10, 11 e 12 não deixa dúvidas. Ou seja, mais da metade do texto Isaías martela a mesma ideia de uma pagando pelo pecado de outros, não enxergar isso é não querer enxergar. Se tinha uma ideia que Isaías queria deixar era essa, por isso ele é quase uma "chato", "disco quebrado" que repete a mesma ideia sem parar, para que ninguém tenha duvidas do que ele esta falando.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

support our troops